CONTEÚDO KAZ

Qual a relação da mulher-maravilha com teoria DISC ?

Atualizado: Jul 19

“Nem as mulheres querem ser mulheres”

Essa frase foi escrita por William Moulton Marston um psicólogo que vivia com duas mulheres em uma relação consensual e tinha quatro filhos, dois de cada mulher e todos moravam na mesma casa.


Marston foi o inventor do detector de mentiras, que funcionava com a premissa que se a pessoa estivesse mentindo o coração ficaria mais acelerado e apareceria no gráfico que o sistema registrava.


Além de psicólogo e inventor, ele criou um dos maiores personagens de sucesso das histórias em quadrinhos e tudo isso no início dos anos de 1940.


Mas afinal quem é esse William Moulton Marston que em 1940 tinha uma vida moderna com duas esposas e escreveu a essa frase tão sem sentido:

“Nem as mulheres queres ser mulheres.”

Calma pessoal tudo tem que ser colocado em um contexto para fazer sentido.


Marston foi o criador do personagem da Mulher-Maravilha, na época os grandes heróis dos quadrinhos eram o Batman e o Super Homem considerados violentos pelos pais.


Marston foi convidado pela DC para integrar o corpo editorial da empresa por defender os gibis, e ele propôs a criação de um personagem feminino, os editores aceitaram a ideia e assim nasceu a Mulher- Maravilha.


A inspiração para a criação da personagem veio das mulheres de Marston a esposa Sarah Elizabeth Holloway Marston e Olive Byrne aluna de Marston na Universidade de Tufs que era apresentada a todos como a governanta da família.


A Mulher-Maravilha é fruto do movimento feminista que explodiu nos Estados Unidos, é uma mulher forte e independente que vem de uma ilha só de mulheres.


Elizabeth a esposa de Marston lutava contra o machismo e o preconceito da Universidade de Harvard, brigou com os pais para estudar e trabalhar fora, queria se destacar na carreira acadêmica, era controladora e focada em resultados.

Olive era conhecida por ser sensível e compreensiva.


Charles Moulton foi o pseudônimo usado para criar a Mulher-Maravilha que tem como característica a união das personalidades de Elizabeth e Olive, ela é empoderada, feminina, alegre, poderosa, atenciosa, carinhosa, dedicada e capaz de obter a verdade sempre.


O laço dourado que a Mulher-Maravilha utiliza para saber a verdade nada mais é do que a representação em desenho do detector de mentiras.


O livro “As emoções das pessoas normais” é outra realização de Marston que era um apaixonado pelo estudo do comportamento humano, neste livro ele descreve a famosa teoria comportamental DISC que é uma das ferramentas de assessment mais utilizadas até hoje.


Se você quiser conhecer mais sobre a biografia de Willian Marston, a criação da personagem da Mulher-Maravilha e todo esse universo tem um filme lançado em 2018 chamado “Professor Marston and the Wonder Women” que conta toda essa história incrível.


Sobre a Teoria DISC temos ótimos textos explicativos aqui no nosso blog:

Você conhece a teoria DISC?

10 coisas que as pessoas não sabem sobre DISC


Ahh e sobre a polêmica frase do início do texto Marston disse:


“Nem as mulheres querem ser mulheres” para defender a criação dos quadrinhos da Mulher-Maravilha pois ele estava cansado de ver personagens femininas fracas.

Está vendo como o contexto muda todo o entendimento.


Se você quer transformar sua vida através do autoconhecimento, adquirir uma nova habilidade de trabalho, melhorar sua habilidade de comunicação e entendimento do comportamento das pessoas a FORMAÇÃO DE ANALISTA COMPORTAMENTAL DISC é ideal para você.


Últimas vagas para o curso FORMAÇÃO DE ANALISTA COMPORTAMENTAL DISC que vai acontecer nos dias 24 e 25 de julho de 2021.


Inscreva-se AGORA.

TRANSFORME-SE COM O KAZ