CONTEÚDO KAZ

Então é Natal, e o que você fez?

Atualizado: 12 de jan.

Então é Natal, e o que você fez? O ano termina e nasce outra vez.


Provavelmente você que está lendo esse texto já ouviu essa canção, que foi um sucesso no ano de 1995.

É uma daquelas músicas chicletes que grudam na mente, basta ouvir o primeiro refrão que já sabe a canção inteira.


A pergunta: Então é Natal, e o que você fez? – é um chamado a reflexão sobre o ano que está terminando.


Muitas pessoas podem afirmar que há 26 anos quando a versão brasileira dessa música foi gravada, era fácil responder a esse questionamento afinal naquela época a vida era mais tranquila e as pessoas tinham tempo para pensar sobre a vida, será?


Eu não sei você, mas todo final de ano gosto de fazer uma autoanálise um comparativo do que foi planejado com o que foi realizado, em todos os aspectos da vida.


Com base no que foi apurado, faço o planejamento para o próximo ano.


Por que é importante fazer uma autoanálise?


A resposta é simples, verificar os resultados alcançados nos mostram o rumo que estamos dando para a nossa vida.

E com essas conclusões é que podemos fazer as melhorias e correções de rota necessárias para atingirmos nossos sonhos, do contrário viveremos conforme a vida leva.


Neste momento outra música muito popular toca na minha cabeça a famosa:

Deixa a vida me levar.... Vida leva eu!


Um clássico que toca em diversos encontros especialmente no famoso churrasco com pagode.


Seria cruel atribuir a pobre canção a culpa pelo fracasso das pessoas nos mais diversos ramos da vida, porém se analisarmos a letra com um olhar mais criterioso, a pessoa está jogando para "a vida" a responsabilidade do que possa vir a acontecer com ela mesma.


A frase: “Deixa a vida me levar” indica que vou vivendo conforme as coisas vão acontecendo, sem nenhum planejamento ou qualquer ideia de futuro.


Pode ser que coisas boas aconteçam, mas o contrário também.


Ter planos para o futuro e medir os resultados das nossas ações nos colocam em vantagem aos imprevistos da vida.

Um exemplo recente e que ainda estamos vivendo é a pandemia do Covid-19, quem no final de 2019 estaria prevendo o que nos aconteceu em 2020?


O ano de 2021 que está encerrando foi de total incerteza, vivemos na corda bamba emocional e financeira.


Muitas pessoas só chegaram bem até aqui porque tinham uma reserva financeira, uma rede de apoio, um planejamento futuro e conseguiram passar com um pouco mais de tranquilidade pelas adversidades desses 2 últimos anos.


Atualmente está cada dia mais difícil viver deixando a vida levar, é necessário ter autorresponsabilidade e planejamento.

Autoconhecimento, mentorias e cursos ajudam na elaboração de um planejamento de vida.


Os estudiosos da lei da atração acreditam que a força do pensamento pode atrair os resultados, então quando planejamos algo para a nossa vida estamos informando ao universo o que desejamos e conforme a teoria aumentando as possibilidades de realização.


Não basta só pensar é preciso colocar em prática.


Você com certeza conhece alguém que vai começar a dieta no próximo ano, vai fazer a viagem dos sonhos, trocar de emprego, passar mais tempo com a família entre outros desejos de ano novo.


Mas por que é difícil cumprir as promessas de ano novo?


Por que cumprir o prometido exige compromisso, escolhas e gestão de vida.


Para emagrecer é preciso fazer uma dieta, exercícios e ter uma rotina mais saudável, escolher entre a fruta e o doce, sofá ou academia.


Viajar exige planejamento financeiro, escolher os lugares, verificar as melhores datas, negociar com o trabalho e fazer reservas antecipadas.


Trocar de emprego, necessita de coragem, algumas vezes de mais estudos ou mais dinheiro em caixa para situações emergenciais.


Passar mais tempo com família talvez seja necessário somente deixar o celular por algumas horas.


Para tudo na vida é necessário plano e escolha, se você quiser viver seus sonhos é necessário traçar objetivos e verificar se eles estão sendo alcançados.


Até deixar a vida te levar é uma escolha!


Então eu te convido a parar um pouco, respirar e responder a pergunta o que você fez em 2021?

Quais foram seus resultados? Como você encarou a vida em 2021?


Neste caso não vou pedir para você compartilhar sua resposta, quero apenas que você anote em um papel e que leia o próximo texto deste blog Como a gratidão pode transformar seu 2022? que foi postado no dia 27/12/2021.

TRANSFORME-SE COM O KAZ